quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sobre o cansaço.


Estou cansado. Sinto-me estranho, enjoado e com dores.

Tenho dor de cabeça e mal consigo pensar, quanto mais escrever. Não estou bem e o calor agora me parece excessivo, assim como o forte peso que sinto sobre meus ombros.

Estou de mau humor e me irrito fácil com a situação que começo a viver. Estou enjoado, entediado com os últimos acontecimentos, ou os mesmos acontecimentos.

O ano começa a passar devagar e parece que tudo virou rotina.

Não agüento mais saber que sempre faço as mesmas coisas e que em muitas delas sou obrigado a conviver com quem não gosto.

Tenho nojo de algumas atitudes e não agüento ver a socialização falsa que muitas vezes ocorre.

Sou de fato estúpido e grosso. Orgulho-me de não ser como os outros e sempre deixar claro minhas reais intenções.

Por hora fica por aqui. O peso começa a bater mais forte sobre meus ombros já cansados.

Vou em busca de minha cama com a dúvida de algo sério, ou de um simples mal estar.




Um abraço e até outra hora Adolf.


Matheus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário