quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Sobre o dia legal.


Dia bom. Fugi da rotina, assim como a todos que estavam comigo.

A terça feira começara com o acordar cedo, algo inédito para quem acorda sempre a tarde, e terminara com uma festa.

O churrasco feito a tarde fora só a consolidação de um dia que foi atípico e teve como fim uma bela festa regada a boa bebida, muito boa por sinal.

Sinto-me bem a vontade entre os amigos de meu pai, sinto-me como se fossemos grandes amigos e até acho que isto é verdade.

Tinha programado escrever a nova parte do meu conto, já tão repetido, porém com esta rotina alterada me vi a alterar mais uma tarefa deste dia um tanto quanto diferente.

A praia é o programa de amanhã, parece que estou em férias. Estou em férias e brevemente irei a Porto Alegre. Aliviarei-me novamente, vou manter minha cabeça ocupada, longe dos pensamentos que nela sempre esbarram. Cessarei mais um período de pensamentos antigos com uma volta em grande estilo.

A bebida que por vezes me faz lembrar, deve ser o principal fator para me fazer esquecer, ou até me ajudar para com outras.

Adolf, tu estás a fim de viajar comigo?

Acho que nos tornamos grandes amigos e já tenho vontade de escrever um livro para ti. Seguindo as idéias de meu amigo o titulo seria: Ao querido Adolf.

Matheus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário